Numa das primeiras aulas de Comunicação de Ciência e Educação, perante uma lista, cada um de nós ficou responsável por analisar a prestação oral de determinado indíviduo e tentar perceber a razão de ser (ou não) um bom comunicador. Calhou-me a sorte grande com o Ken Robinson, que é absolutamente incrível e tem um sentido de humor apuradíssimo. Por enquanto não escrevo sobre ele, mas viciei-me em ted talks desde essa altura. Acabei por tropeçar no Ed Yong, um jornalista freelancer apaixonado por contar histórias sobre parasitas.

Ed Yong começa por abordar o comportamento animal para introduzir a apresentação de um primeiro parasita, a Ténia, que infeta pulgas-de-água para chegar até ao interior de flamingos.  Depois de uma pesquisa rápida, descobri que existem várias espécies deste grupo de parasitas intestinais, entre as quais três capazes de infetar humanos. De qualquer forma, antes desse update, o primeiro parasita com que fiquei preocupada foi com o Toxoplasma gondii, que Yong apresenta mais ao menos a meio do seu discurso.

O Toxo (nome fofinho) é um parasita que utiliza como hospedeiros intermediários mamíferos e aves para chegar até aos felinos, o seu hospedeiro definitivo. A doença causa mudanças comportamentais, como a ausência de aversão natural a urina de felinos. Por exemplo, ratos infetados são presas fáceis para gatos. Nós, por outro lado, seríamos presas fáceis para leopardos. Saber que não há propriamente leopardos por aí à solta deixa-me descansada. Estar infetada, mas existir pouca probabilidade de ser comida por um felino é surpreendentemente reconfortante.

“Orwellian dystopias and shadowy cabals and mind-controlling supervillains – these are tropes that fill our darkest fiction, but in nature, they happen all the time.” – Ed Yong in TED Talk: Zombie roaches and other parasite tales

Esta conversa dos parasitas pode parecer assustadora, mas é na verdade fascinante. Claro que é um pouco macabro pensarmos que criaturas tão minúsculas (e algumas sem sequer possuírem sistema nervoso) são capazes de controlar outros seres. Uma das imagens que Yong apresenta chocou-me particularmente. Confesso que vou passar a ver séries com zombies de uma outra perspetiva. Por outro lado, pensar que a natureza pode ser tão intrigante faz-me sorrir e, sejamos sinceros, quão engraçado é pensar em parasitas que levam baratas a passear pelas antenas?

Se ficaram curiosos ou desconfiados, podem sempre ouvir o próprio Ed Yong. Por via das dúvidas, não vejam a partir das 21h. Caso contrário, não prometo que consigam dormir bem.

Anúncios

One thought on “TED Talk. Ed Yong: Zombie roaches and other parasite tales

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s